Dicas chamberi-estacao-fantasma-metro-de-madrid-5

Published on | by Suzana

0

Chamberi, a estação fantasma do metrô de Madrid

No último dia 17 de outubro o metrô de Madrid comemorou 96 anos de existência. Ele foi inaugurado em 1919 pelo Rei Alfonso XIII, que contribuiu com um milhão de pesetas para a construção da grande obra. A primeira linha ligava o bairro obreiro de Cuatro Caminos a Puerta del Sol e tinha apenas três quilômetros e meio. Hoje já são mais de 280 quilômetros de vias e 14 linhas, o que o transformou na segunda maior rede de metrô da Europa (depois de Londres) e na oitava do mundo.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

Uma das estações da primeira linha a funcionar, no entanto, já não existe mais. Chamberi, localizada entre Bilbao e Iglesia, era muito pequena e estava em uma curva. Quando começaram as obras para ampliar as estações, viram que era impossível modificá-la, já que ela acabaria muito perto das estações vizinhas. Por isso, Chamberi foi desativada em 1966 e ficou fechada até 2006. Durante esse tempo até se falava que fantasmas habitavam o local, mas depois se soube que eram pessoas sem teto que andavam pelas vias em busca de um lugar pra dormir.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

O local, depois de reformado, tornou-se um centro de interpretação da história do metrô de Madrid, o chamado Andén Cero (ou plataforma zero, em português). Sua arquitetura e móveis foram mantidos como era originalmente e ainda pode-se ver cartazes com os preços da época (em pesetas), as ofertas especiais para quem ia ver as corridas de touros, as cerâmicas que revestiam o teto e até as propagandas de 50 anos atrás.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

A linha 1 continua passando por ali e diminui a velocidade ao passar pela estação. Há um vidro que não deixa os visitantes passarem às vias, mas ainda assim pode-se ver todo o seu interior.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

Visitar o lugar é uma viagem no tempo. Recomendo fazer a visita guiada (grátis), já que há várias histórias interessantes sobre o lugar, como a que ele foi usado como refúgio improvisado para as pessoas durante os bombardeios aéreos da Guerra Civil, e que ele foi revestido com azulejos brilhantes para tirar o medo ao escuro das pessoas que usavam um transporte subterrâneo pela primeira vez. Sim, pelo visto não foi fácil convencer os cidadãos a entrarem em vagões e deixarem de lado a sensação de claustrofobia para usar um transporte que os deslocaria por debaixo da terra.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

O lugar também exibe um pequeno documentário  sobre a construção e inauguração dessa grande obra, que foi batizada de Companhia Metropolitano Alfonso XIII em homenagem ao monarca que apostou nela para o progresso da cidade. E ele conseguiu. Hoje mais de 700 milhões de pessoas usam esse transporte público para seus deslocamentos.

Estação fantasma metro de Madrid Chamberi

Conheça toda essa história em primeira pessoa visitando a Estação de Chamberi às sextas-feiras de 11h a 13h e de 17h a 19h, e aos sábados e domingos de 10h a 14h. A visita é gratuita, e pode ser feita de maneira independente ou guiada. Mais informações aqui.

Gostou? Aqui há outro post sobre o Metrô de Madrid: Arte Urbana no metrô de Madrid

Tags: , , , , ,


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com