Buen Camino

O que o Caminho de Santiago significa pra mim

By setembro 3rd, 2015 12 Comments
Caminho de Santiago

Não existe melhor ou pior época pra fazer o Caminho de Santiago. O que existe é um Caminho feito inteirinho pra você, sob medida mesmo. Não importa se é alta temporada, se é feriado, se é o auge do verão ou se coincide com as férias escolares na Espanha. Nem se é primavera ou outono.
Santiago vai fazer aquela mágica pra que a sua experiência seja do jeitinho que você precisa. Ele te dá aquilo que você vibra, e faz com que o seu Caminho seja um espelho seu. Você pode ouvir mil histórias dos seus amigos ou contadas em blogs de gente que já o percorreu, mas você terá as suas próprias histórias pra contar depois.
Cada pessoa tem sua carga vital. Seus problemas, alegrias, frustrações, desejos e sonhos. E eles virão contigo ao Caminho. Durante os longos dias, a cada pedra que você salta ou rio que cruza, seu mais profundo ser vai sendo revelado aos que estão à sua volta – mesmo que à sua volta só estejam a sua mochila, seu cajado, seu suor, a dor nos ombros ou nos joelhos. Mesmo que seus gritos ou canções sejam ouvidos apenas pelas árvores e pelo vento.

Caminho de Santiago
Às vezes não vai ter ninguém pra ver sua euforia depois de ver um monte de ovelhas passarem na sua frente, ou de você  chegar a uma ruína desconhecida, e as pessoas não saberão o que passa na sua cabeça quando você entrar em uma certa igrejinha no meio do nada. Nem vão saber que uma certa flor te fez lembrar alguém, e que certo dia uma música invadiu a sua cabeça e ficou nela até você deitá-la no travesseiro do albergue.

Caminho de Santiago
No fim de cada dia, com a camiseta empapada de suor e os pés pedindo misericórdia, você vai amar o chuveiro como nunca pensou amar na vida. Você vai agradecer por ter um lugar em um beliche mesmo que seja do lado de outra pessoa que você não conhece. E cada sorriso correspondido vai ser uma mini vitória que você vai colecionando ao longo das semanas. E vai ver que ouvir um Buen Camino vai ser uma espécie de mantra que vai fazer você ir cada vez mais longe, mesmo não acreditando que caminhar 800 km seja realmente possível.
Eu acredito que Santiago (e Deus) devem ter um trabalho danado pra pensar o que cada pessoa precisa em cada dia do seu Caminho. Eles devem mandar um peregrino conversador pra fazer você revelar aquele problema chato que não te deixa em paz? Devem enviar alguém do seu idioma pra você se sentir em casa, mesmo em outro país com outros costumes? Devem enviar alguém que está passando por maus bocados, pra você ver que os seus problemas não são nada em comparação com o de outras pessoas? Devem mandar alguém pra dividir as coisas mais banais?

Caminho de Santiago
Sim, porque cada pessoa vai te ensinar algo e vai aprender contigo. Mesmo inconscientemente. Poderá ser o dono de um bar, ou o tiozinho dá biscoito aos peregrinos na frente de casa, ou até o que leva o cachorro pra passear e aproveita pra bater um papo com alguns de nós. Poderá ser o senhor que ficou sem dinheiro e precisou pedir emprestado, mesmo sem falar outro idioma que não fosse o dele.
O Caminho é ao mesmo tempo solitário e solidário. Num mesmo dia eu posso andar sozinha e pensar na vida, ou andar do lado de um casal que respondeu ao meu “buenos días” com abertura pra uma conversa de uma hora ou mais. Você vai perceber quem quer falar e quem quer ficar quieto. Há dias que, quando você vê, já está dentro de um grupo, como se fizesse parte dele há semanas. Vai ver que o seu Caminho de 5 dias vai te ensinar mais coisas que os livros, e que uma semana vai parecer um mês, e que um mês vai te contar sobre novas formas de vida, tamanho é o aprendizado e a mudança de paisagens. Vai ver que um almoço despretensioso com alguém pode se transformar numa amizade pra sempre.

Caminho de Santiago
Um peregrino não nasce peregrino. Ele se faz. Ele vai deixando pra trás suas cargas, o medo de andar sozinho, o medo da solidão, o medo do desconhecido e tantos outros medos. Um peregrino conhece a humildade e multiplica as alegrias. Ao desejar ânimo aos outros, ele também está desejando a si mesmo. Ao tentar fazer os outros felizes, quem se sente feliz é ele.
Não importa se você faz o Caminho sozinho, em casal, em família, entre amigos, com seu cachorro, em bicicleta, a cavalo, em uma cadeira de rodas, de trás pra frente, pequenos trechos a cada ano, ou por 3 meses saindo de outros países da Europa e do mundo. Basta pisar nessa rota pra algo de bom começar a acontecer dentro de você.

Basta se tornar um peregrino pra você nunca querer deixar de sê-lo.

Caminho de Santiago

Buen Camino!

Guia Caminho de Santiago That Good Trip

Se você está pensando em fazer o Caminho de Santiago um dia ou conhece alguém que quer fazê-lo e precisa de informações pra começar a se preparar, faça o download grátis desse guia prático com as minhas dicas! Ali tem tudo o que você precisa saber para fazer o seu sonho se tornar realidade 🙂

Suzana

Suzana

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e vai como peregrina a Santiago de Compostela frequentemente. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.

12 Comments

  • Mário Alves disse:

    Olá Suzana.
    Está tudo dito neste seu post. O “caminho” é mesmo tudo isso, sem tirar nem pôr.
    Acabei de chegar… e já quero voltar.
    Julho e Agosto será o famoso “caminho francês”. Depois… haja “caminhos” para percorrer.
    Deixo um abraço.

    Mário

  • Vanira Vouguinha dos Santos disse:

    Não fiz ainda ,mas com seu relato me identifiquei com tudo que acontece e fiquei mais segura e confiante.Estou viajando com tudo que tenho lido.
    Abraço
    Vanira

  • Natália Pereira disse:

    Vou partir amanhã para o Porto e segunda inicio o caminho. Vou sozinha e apesar do desporto que faço tenho 57 ano! Há quem diga que é uma maluqueira, mas o caminho chama-me e ainda antes de partir, cheia de medos e receios, já estou a planear para o ano o caminho francês.
    Obrigada pelo blog.

    • Suzana disse:

      Que legal, Natália! O Caminho Português, sendo menor, é uma preparação para o francês. A idade não quer dizer nada, quem quer, consegue. Desejo-te um Bom Caminho! Na página do That Good Trip do Facebook há mais coisas sobre o Caminho, convido-te a visitá-la também. Um abraço peregrino e obrigada pela leitura

  • Joana Ramos disse:

    Oi Suzana, o Caminho de Santiago ainda e pra mim um sonho que pretendo realizar em breve e fico muito estimulada quando encontro tanta poesia no aprendizado dos peregrinos…um dia construirei meu poema de traducao dos momentos lindos que irei vivenciar nas belas paisagens do meu Caminho…Gratidao pelo incentivo! Abraco da futura peregrina!

    • Suzana disse:

      Olá Joana! E tenho certeza que seu poema transmitirá toda a emoção do seu Caminho! Quando esse dia chegar, não deixe de me contar, quero saber da sua experiência. Abraços peregrinos!

Leave a Reply to Natália Pereira Cancel Reply