Asia

No Vietnã como os vietnamitas

By abril 19th, 2015 Um Comentário

O Camilo e o Michael alugaram uma
 scooter outro dia. Por 24 horas, só pra ir a alguns lugares mais distantes na cidade. Na primeira noite já saí na garupa, fomos pro centrinho. Parecíamos super independentes, super vietnamitas.

Sabem por que um trânsito com motocicletas funciona aqui? A gente constatou que eles andam a 30 Km por hora, bem devagar. É como se estivessem sobre uma bicicleta motorizada (e essas também existem), passeando, falando com a pessoa na moto ao lado, falando no celular….todos com as suas máscaras na boca pra conter a poluição (a maioria das mulheres usa, tem de bichinho, xadrez, e até de lã…nesse calor!).

Por isso, quando os pedestres cruzam a rua nesse trânsito louco, eles conseguem desviar sem nenhum problema, porque estão a baixa velocidade. Não vi nenhum acidente ainda, ninguém me atropelou, e esta noite e o dia seguinte que andei de moto (tenho medo, mas aqui até que rola) tive uma boa experiência. Era engraçado ver os carros e as pessoas se lançando na nossa frente, e a gente desviando.

E as buzinas? Outro dia estava sentada aqui na casa do nosso host indiano quando passou uma criança na frente da porta com a mão na buzina da bicicleta dela. Se desde pequenos eles já gostam de largar o dedinho na buzina, está tudo explicado! É por isso que os vietnamitas dirigem buzinando! Eles adoram! É buzina pra dizer que você tá passando do lado, pra dizer que eles estão vendo você fazer uma curva na frente deles, pra dizer que eles estão passando e você deve esperar pra atravessar a rua, pra perguntar se você quer uma carona de “moto-táxi”, e também pra elogiar se você vai de vestido tomara-que-caia, como eu 🙂 é que num país onde as mulheres usam manga comprida pra não se queimarem, luvas idem, meias com chinelo de dedo, além da máscara estilo Michael Jackson cobrindo a boca….quem mostra os ombros é miss 😀

Suzana

Suzana

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e vai como peregrina a Santiago de Compostela frequentemente. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.

Um Comentário

Leave a Reply to 1000coisasparafazerantesdemorrer Cancelar resposta