Asia no image

Published on | by Suzana

0

Hibernei…esse jetlag está me matando!

Era meu terceiro dia em kuala Lumpur e parecia a 3ª semana! Dormi desmaiada até as 11 da manhã, cheguei atrasada no shopping para encontrar a minha seguinte host (anfitriã) Angel, compramos comida para o almoço o dia seguinte (e eu um adaptador de tomadas pra viagem, é impossível não ter um aqui), e fui conhecer as Batu Caves com o Scott (Califórnia) e a Jasmine (Malásia).

Vale dizer que, depois de esperar uns 20 minutos o ônibus, sem sucesso (e a Jasmine já nos esperava lá no lugar), eu e o Scott decidimos ir encontrar um ponto de metrô que sabíamos que existia (só não sabíamos onde). Perguntamos a uma mulher na rua, ela disse que não existia metrô direto pras Batu Caves (mas sim, ele existe!). Dissemos que havia, ela dizia, num inglês macarrônico, que não havia. Um minuto de discussão e ela nos diz:”vamos à minha casa que está aqui do lado e eu levo vocês com meu carro”. Fazia tempos que eu não recebia ajudas assim na rua. Olhei pro Scott, ele abriu o maior sorriso e disse: “ok, vamos”. Se ele que está viajando desde maio disse sim, quem sou eu pra discordar!!! Fomos até a casa dela, ali do lado, e ela, queridamente, nos levou pras Batu Caves, que ficavam a apenas 15 minutos dali. Nos despedimos, agradecemos, e seguimos. Eu ainda não estava acreditando na gentileza desse povo, são queridos, hospitaleiros e, com essa prova, gentis. Mesmo com estranhos 🙂

São 3 cavernas, cheias de macacos por todos os lados, super acostumados com as pessoas. Na entrada há uma estátua gigante de um tal Murga, de 43 metros de altura, e parece que é a maior do mundo.

Depois dela, apenas 272 degraus te esperam.

Até que foi fácil! Clique aqui e veja o vídeo

Nada demais, mas foi divertido. Na saída, o Scott e a Jasmine me apresentaram a 2 frutas que eu ainda não conhecia: mangostines e rambutans.

Rambutans
Mangostines

Na volta, eu e a Jasmine fomos jantar com a Jasmin, outra malaia que me escreveu se oferecendo para jantar conosco. Fomos a um lugar bem típico daqui, são banquinhas tipo de feira, uma ao lado da outra, e você escolhe o que quer comer, eles te levam na mesa e voce paga. Um euro pra comer. Muito barato e gostoso!

Satay
Mee Rebuns
Murtabak

Depois, barzinho com CSers (ver post anterior), e casa…


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com