Asia no image

Published on | by Suzana

0

Good morning Vietnam!

Encontro com Camilo em Saigon

Quem voa Tiger Airways tem que pegar o avião no Budget Terminal do aeroporto de Cingapura (Chengi Airport). Pra chegar lá é preciso ir até o terminal 1 e, no subsolo, pegar o ônibus gratuito que leva ao Budget terminal. Esta vez eu tinha me preparado, deixei 3 roupas e um tênis na casa do Thi (pra ficar só com 7 Kg de bagagem de mão) e não pediram pra pesar a minha mochila, hunpf!

No aeroporto de Ho Chi Minh City, já no Vietnam, maior enganação: os taxistas dizendo que não havia mais ônibus pro centro e nos cobrando de 150.000 Dongs (6 dólares) a 50 dólares pra nos levar. Seguimos perguntando a vários taxistas quando vimos o ônibus chegar, às 18h30 (diziam que às 18h já não haviam mais ônibus, até gente do aeroporto dizia isso). Pagamos 6.000 Dongs pelo ônibus (mesmo desconfiados de que o motorista nos cobrou o dobro, já que no próprio ônibus estava escrito 3.000 Dongs. Não quisemos discutir com mais um que não entende nem fala inglês, e pagamos o que ele quis. Mas 6.000 é beeeem diferente de 150.000, né?).

Encontramos nossa host em um food court, comemos rapidinho e tomei minha primeira cerveja vietnamita (boa!) e depois fui com ela pra aula de swingue (a dança). Muito legal, e as pessoas dançam muito, parecia aqueles bailes americanos que a gente vê em filme! Deu até vontade de aprender, quem sabe um dia em algum país onde eu viva 🙂

 

O que me chamou a atenção em Ho Chi Minh: sem dúvida as motos. Imagine um trânsito onde 90% do transporte que se vê são motos, e onde 90% dos casos as pessoas não respeitam o semáforo, nem os pedestres, nada. Pra cruzar a rua você vai andando devagarinho e as motos vão desviando de você, simples assim! Claro que dá medo, mas as motos até que vão bem devagarinho, às vezes com 3 pessoas, às vezes 2 adultos e uma criança no braço, às vezes 3 malas, às vezes uns porquinhos, às vezes flores pra um velório. Sim, eles são equilibristas.

Fomos ao Backpacker District, que é o nome que puseram à área onde estão concentradas as agências de turismo, para backpackers, como nós, e também não-backpackers. Compramos os próximos passeios: Cu Chi Tunnels, Delta do Mekong e a passagem de ônibus atë Hanoi, que permite que você vá descendo em várias cidades do caminho, e suba novamente quando bem entender, tudo isso por apenas 37 dólares. O país todo de sul a norte por 37 dólares e parando? É, eu também achei bem barato 🙂


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com