Espanha

Published on | by Suzana

4

Ano Novo em Madrid: modo de usar

Existem duas coisas muito importantes a saber se você vai passar a virada do ano – ou Noche Vieja – na capital da Espanha. A primeira parte da festa começa no dia 30 mesmo e se chama “prévia das uvas”. É nada mais que um ensaio do que vai acontecer no dia seguinte, com todos os elementos necessários pro evento correr bem: ruas ao lado da Puerta del Sol – centro da cidade – fechadas para o trânsito, policiamento, portões para revistar mochilas e bolsas e impedir a entrada de objetos de vidro, shows de luzes e som. Esse ensaio é importante para saber se está tudo saindo conforme o planejado.

Árvore de Natal na Puerta del Sol, Madrid

Dentro da árvore

O mais engraçado e surreal é que as pessoas vão à praça participar do ensaio como se fosse o dia 31. Levam suas 12 uvas pra comer nas 12 badaladas do relógio (que é o principal costume na meia-noite em Madrid), levam suas bebidas e comemoram a virada um dia antes. Todos se abraçam, tiram fotos e vivem aquela meia-noite do dia 30 com toda pompa e circunstância, ainda que um dia antes. É uma boa maneira de festejar a entrada do novo ano com os amigos que, por outros motivos, não poderão se ver no dia 31. Sabe como é, compromissos familiares, viagens, é complicado passar a virada com todos ao mesmo tempo. Então em Madrid todos se acostumaram a aproveitar o dia do ensaio prévio à grande noite e se divertir com os amigos, comemorando a entrada do novo ano um dia antes, pra depois repetir a dose no dia seguinte – só que em casa.

Se no dia 30 já é quase impossível chegar ao centro da Puerta del Sol propriamente dita, nem preciso dizer que no dia 31 é algo a ser evitado se o seu objetivo é não entrar no meio da confusão. O público chega a ser 5 vezes maior que na prévia, se é que há espaço. Tudo é muito apertado e, se você precisar sair pra comer algo ou ir ao banheiro, não consegue voltar mais. Apesar do policiamento, tem gente que acaba conseguindo passar com garrafas de vidro e, além da chuva de champanhe e cidra, você pode acabar recebendo uma garrafada na cabeça. Mas há quem consiga e goste da experiência 🙂

Puerta del Sol. Madrid

Puerta del Sol. Madrid

Desde que cheguei a esta cidade, há 12 anos, sempre segui à risca a tradição de ir a essa praça na data prévia à virada e, no dia 31, ir a algum jantar na casa de amigos. Comparando com o Brasil, onde todos nos vestimos de branco e pulamos as 7 ondas à meia-noite, aqui soa bastante estranho ter que estar super encasacados por causa do frio dentro de um apartamento com calefação. Muita gente vestida de negro, porque é chique. Sapatos de couro ao invés de Havaianas. E na hora da 12 badaladas, a televisão ligada transmitindo a hora certa de comer cada uma das 12 uvas (se forem sem sementes, melhor). Às vezes, quando passo a virada com brasileiros, nos vestimos de branco e até desenhamos ondas no chão, tudo pras nossas tradições não se perderem. Mas pra fazer como os espanhóis – e não como os turistas – é melhor ir curtir a prévia da grande noite no dia 30 mesmo, que em Madrid não é um dia qualquer. Feliz prévia!

 

Tags: , , , , ,


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



4 Responses to Ano Novo em Madrid: modo de usar

  1. tatiana paquete says:

    Adorei Suzana!!!! Espero estar aí com vc….para aproveitar essa festa!!!!!!

  2. Haha! Não sabia disto!

Deixe uma resposta para Cristina Rosa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com