Dicas Flamenco Café de Chinitas Madrid

Published on | by Suzana

0

Onde ver Flamenco em Madrid?

O que mais gosto de um país como a Espanha é a sua cultura marcante. Sim, porque há países que você visita que não têm um caráter próprio, algo que o diferencie dos demais. Eles podem ter muita história, lindas paisagens e uma gastronomia excelente, e é isso o que você vai lembrar. Mas se tem uma coisa que marca a Espanha e os espanhóis é o Flamenco, em todas as suas possíveis versões: o ritmo, o toque, o canto, o baile, as roupas, os sapatos, o sapateado, as castanholas, e a lista continua infinitamente.

Onde ver Flamenco em Madrid

Mas com tantas ofertas, a pergunta é: onde ver um show de Flamenco em Madrid?

Basta ir a um Tablao Flamenco, que é como se chama o lugar onde se toca e se dança este estilo musical, pra entender o que estou falando. Ninguém sai indiferente de uma noite vendo um espetáculo assim. A música preenche todas as entranhas do corpo, o baile encanta os olhos, o sapateado ágil e minucioso nos faz sentir pequenos diante de tanta arte. E cansa assistir, sabia? Depois de ver um show eu sempre saio esgotada, como se eu mesma tivesse dançado, batido palmas e cantado todo aquele tempo. Eles passam essa energia ao público e não há como ficar imune. No fundo eu acho que nós, de alguma forma, participamos do espetáculo também, sem saber.

Onde ver flamenco em Madrid

Há nove tablaos flamencos em Madrid e todos são muito bons. O que diferencia um do outro é a quantidade de músicos e de bailarinos e a estrutura de cada local. Para nós, que somos leigos, não importa a quantidade de pessoas no palco, e sim a arte que eles nos proporcionam. Os melhores artistas flamencos da Espanha estão na capital, e isso quer dizer que todos os shows são uma excelente experiência. Há tablaos que oferecem uma bebida com o ingresso, e outros que incluem um jantar. O site atrapalo.com costuma ter ofertas para esses shows. Confira a lista dos tablaos de Madrid no final desse post.

ENCONTRE SEU HOTEL EM MADRID

Essa dança e esse movimento têm origem no século XVIII na região da Andaluzia, Extremadura e Murcia. Sua raiz é principalmente cigana, moura e judaica, que eram as principais influências dessa região (pode-se ver traços muito fortes delas em todas as cidades do sul do país). O movimento surgiu nos cafés cantantes daquela época e ficou tão forte ao longo dos séculos que foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Onde ver flamenco em Madrid

Dependendo do ritmo, o Flamenco se subdivide em outras vertentes como as bulerias, as rumbas e as conhecidas sevilhanas, que são ensinadas às crianças desde pequenas. Assim, se você vai a alguma das festas genuinamente espanholas como a Feria de Abril em Sevilha, vai ver todo mundo dançando sevilhanas como se já nascessem sabendo esse estilo musical. E todo espanhol tem dentro de si um pouco desse sangue gitano, no movimento das mãos e no gingado ao dançar. É uma herança muito especial.

Isso não significa que, ao morar na Espanha, você vai todas as semanas assistir a um espetáculo flamenco. Eles custam caro e ultimamente são mais para os turistas. Mas, de vez em quando, para acompanhar algum amigo que vem de visita, eu volto a algum tablao e saio de lá me sentindo feliz por poder receber toda essa energia de novo. Até fiz aulas de sevilhanas há muitos anos e de vez em quando arrisco dançar e mover as mãos e os punhos quando ouço flamenco moderno em alguma festa. Mas falta muito pra eu chegar ao nível dessas maravilhosas bailaoras.

Suma Flamenca

Durante todo o mês de junho acontece, todos os anos, a Suma Flamenca, que está agora na sua décima edição. É um festival com mais de 300 espetáculos em palcos de Madrid, Alcalá de Henares, San Lorenzo de El Escorial e Aranjuez. Nele, artistas consagrados e novos talentos invadem os tablaos e salas para trazer uma oferta de qualidade aos madrilenhos e turistas. Este ano Israel e Holanda também participam das atuações, que vão desde o flamenco mais ortodoxo e tradicional até as modernas fusões com outras correntes artísticas.

Há espetáculos nos nove espaços de flamenco da cidade, que são: Café de Chinitas, Cardamomo, Casa Patas, Corral de la Morería, Las Carboneras, Las Tablas, Villa Rosa, Candela e Torres Bermejas, e em outros locais como a Sala Barco, Fulanita de Tal, Teatros del Canal e Matadero. Alguns dos locais cobram um preço mais barato para promover essa arte durante todo o mês. Toda a informação você encontra nesse site.

Gostou desse texto? Convido-o(a) a curtir nossa página do Facebook para receber as próximas dicas sobre viagem!

Tags: , , , , , , , ,


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com