França Anfiteatro Arlés

Published on | by Suzana

0

Arlés, uma agradável surpresa na Provença Francesa

Arlés não é uma das cidades mais conhecidas da Provença francesa. Ela não está na rota das lavandas de Aix en Provence, também não tem um porto tão movimentado e não é a segunda cidade mais populosa da França como Marselha.

Mas, enquanto eu pesquisava novas coisas para ver na região (já havia visitado Cassis, Cannes, Mônaco e Nice), lá pelo meio, na Provença “profunda”, encontrei informações sobre o que fazer em Arlés. Pesquisei bastante e vi que tinha um anfiteatro romano e vários monumentos que faziam parte da lista de Patrimônios Mundiais da Unesco. O José imediatamente se encantou pela cidade e colocou-a na lista de prioridade total na nossa viagem.

Como estávamos hospedados em Aix en Provence, o tempo de viagem de carro até Arlés foi de 45 minutos. Estacionamos em uma ruazinha residencial perto da Oficina de Turismo e fomos até lá retirar nosso Pass Advantage, que é um City Pass que dá direito a visitar todas principais atrações da cidade (6 monumentos e 4 museus) durante 6 meses!

Ou seja, se não der tempo de ver tudo agora e você encontrar um bilhete barato de avião, pode voltar e terminar de ver dentro de uns meses.


O Pass Advantage custa 15 euros e o Pass Liberté, que dura apenas 1 mês e dá direito a entrar em 4 monumentos, 1 museu e o museu Réattu (Belas Artes) custa 11 euros. Ambos podem ser comprados no site da Arlés Turismo.

Nas 5 horas que passamos na cidade, fizemos a seguinte rota por estes Patrimônios da Humanidade da Unesco que estão incluídos no Pass Advantage:

Criptopórticos

Os criptopórticos em Arlés são difíceis de encontrar. Na verdade a entrada para visitá-lo fica dentro do Hôtel de Ville, que na nossa ingenuidade pensávamos que era um hotel (e por isso estávamos resistindo de entrar ali), mas na verdade é a Prefeitura. Ao entrar, vimos a portinha que te dá acesso a uma imensa galeria subterrânea, cheia de arcos, que são os criptopórticos.

Arles o que ver

Eles foram construídos 1 século a.C. para ser a fundação e os pilares que sustentavam o Forum Romano e, no seu centro, havia uma praça pública que abrigava os edifícios administrativos, judiciais, econômicos e religiosos da cidade romana.

Hoje ainda pode-se ver a fachada com 2 pilares da Praça do Forum, rodeada de hotéis modernos, restaurantes e cafeterias.

Praça do Forum Arlés

Anfiteatro Romano

O Anfiteatro de Arlés, também conhecido por Arena Romana, lembra muito o Coliseu de Roma. Ele é do ano 90 a.C. e naquela época podia receber até 20.000 espectadores (hoje em dia, depois da sua restauração, sua capacidade é de 12500 pessoas).

Arena de Arlés

Ele já foi usado como um bairro, com 200 casinhas e 2 igrejas dentro dele, na Idade Média. Hoje é usado principalmente para touradas.

Arlés Anfiteatro Idade Média

Imagem: Arlés Tourisme

Teatro Romano

O Teatro Romano de Arlés foi construído um século antes do seu vizinho, o anfiteatro. O destaque dele são as duas colunas de mármore que ficam em frente ao semi-círculo restaurado. Os dois monumento estão um ao lado do outro.

Eu me senti maravilhada quando pus meus pés naquele cenário, imaginando os espectadores me olhando, como se tivesse voltado no tempo.

Teatro Romano de Arlés

Claustro San Trofimo

Dá pra ver que ele foi restaurado, mas nem por isso deixa de chamar a atenção. Ele fica ao lado da igreja de San Trofimo e tem galerias românicas do século XII e outras góticas do século XIV.

Claustro de San Trofimo Arlés

Igreja de San Trofimo

A igreja de San Trofimo é a primeira que você vai ver quando chegar à praça onde fica o Hôtel de Ville. É do final do século XII e seu pórtico, em estilo românico provençal, é cheio de detalhes.

Igreja de San Trophimo Arlés

Termas de Constantino

As paredes exteriores do edifício dessas termas ainda estão em pé mas, por dentro, temos que usar a imaginação e ler os painéis informativos para ver como funcionavam. Mas é que, claro, elas são do século IV e eram um importante lugar onde as pessoas tomavam banho, praticavam exercícios físicos e se encontravam socialmente.

Termas de Constantino de Arlés

Não nos deu tempo de visitar os Alyscamps, uma necrópolis medieval ao ar livre, nem os museus, principalmente o Arqueológico e o Réattu de Belas Artes. Nem a Fundação Vincent Van Gogh (ele morou lá alguns anos e a cidade o inspirou a pintar mais de 200 quadros!)

Vicente Van Gogh Arlés

Ah, e por lá também passa o Caminho de Santiago! 😀

Caminho de Santiago de Arlés

A cidade é pequena, acolhedora e tem um charme especial pelos mais de 2 mil anos de história que passaram por ali. Se você tiver mais tempo e quiser passar 2 dias, dá pra ver todos os museus e conhecer um pouco dos arredores, como Camargue, Alpilles, Crau e outros. Nós adoramos e recomendamos!

Como chegar em Arlés:

O aeroporto mais próximo é em Marselha. Há vôos até lá a partir das principais cidades européias. Busque os melhores horários e preços nesse link.

Onde dormir em Arlés:

O hotel mais procurado de Arlés nem custa tão caro pela sua localização e pontuação. Reserve-o aqui ou busque outras opções aqui.

Passeios:

Você pode descobrir Arlés sem pressa com o City Pass citado no começo deste post, chamado Pass Advantage. Mas caso não tenha carro e deseja fazer excursões a partir de outras cidades da Provença, veja os passeios que o nosso parceiro propõe nesse link.

Arenas de Arlés

Já segue a gente no Facebook e no Instagram? Lá você vai encontrar mais fotos e informações sobre a Provença e outros destinos 🙂

*Crédito da foto de abertura: Arlés Tourisme

Tags: , , , , , ,


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com