Espanha Batalha do Vinho

Published on | by Suzana

3

Batalha do vinho de La Rioja

Que a Espanha é um país festeiro todo mundo já sabe. É só chegar a primavera que todas as cidades do país organizam suas festas que se estendem até o meio do verão. As pessoas tiram seus trajes típicos do armário e vão às ruas celebrar mais um ano com os seus amigos e famílias, e cada cidade tem a sua maneira de celebrar, seja dançando sevilhanas como na Feria de Abril em Sevilha ou fazendo picnic na Pradera de San Isidro, em Madrid. Mas também há festas mais loucas, por assim dizer, como as que as pessoas correm dos touros nas ruas de Pamplona, ou a que se faz uma guerra de tomates e até uma guerra de vinho em Haro, que fica em La Rioja, a região de enoturismo mais famosa da Espanha.

Pois é. Tem tanta produção de vinho nesse país que o excedente é usado pra promover uma festa bem divertida e inusitada, a chamada Batalha do Vinho. A festa principal na verdade é em homenagem a San Juan, San Pedro e San Felices, sendo este último o patrono da cidade de Haro, capital da região. Ela começou no século XIX como uma festa religiosa para honrar a San Felices de Bilibio. Naquela época os romeiros jogavam vinho em todos os que pisavam naquela terra pela primeira vez, como uma forma de batismo. Com o passar do tempo, o costume se tornou pagão e, desde 1949, a batalha se tornou Interesse Artístico Nacional e é celebrada sempre no final do mês de junho. Estive lá para conferir, claro 😉

Batalha do Vinho La Rioja

O dia começa bem cedo. Às 7 da manhã já se forma uma fila de gente vestida de branco da cabeça aos pés (e lenço vermelho no pescoço, como manda a etiqueta da ocasião) para pegar o ônibus ou ir a pé até o local do evento, os Riscos de Bilibio, que é a montanha onde foram encontrados os restos mortais do santo. Ali tem um estacionamento onde deixamos o carro pra ir pra fila do ônibus que é disponibilizado pela própria organização para os participantes (os bancos já estão cobertos de plástico para a volta).

Batalha do Vinho La Rioja

Batalha do Vinho La Rioja

Depois ainda subimos mais uma estradinha ao lado de enormes vinhedos e chegamos à festa. Nem bem enchemos as nossas armas com o vinho mais barato que pudemos comprar e já levávamos os primeiros banhos, só porque estávamos “muito branquinhos”. E a partir de ali, salve-se quem puder! Estávamos num campo de batalha e a nossa missão era atacar sem avisar quem víssemos pela frente: crianças, adultos, pais e os nossos próprios amigos 😛

Batalha do Vinho La Rioja

O que achei incrível é que tudo isso estava acontecendo às 8 da manhã de um sábado. Todo mundo madrugou (alguns nem dormiram) pra participar da festa, que começa com uma missa e dura até pouco depois das 10 da manhã. Tinha música em algumas carroças e uma bandinha animando a massa coberta de vinho. Alguns desses mini caminhões tinham galões lotados de vinho cedidos pela prefeitura, onde podíamos carregar as nossas armas de plástico. Mas todo o líquido usado na festa era resto das colheitas, ou seja, não dava pra beber. Ou você levava o seu vinho bom em uma “bota” (aqueles recipientes de couro em forma de uma gota e que servem justamente pra isso) ou bebia água mesmo, porque convenhamos: beber vinho às 8 da manhã só louco consegue. E pelo que vi o intuito ali não era esse, e sim fazer uma festa divertida e muito alegre jogando litros e litros de vinho nas outras pessoas.

Batalha do Vinho La Rioja

Vimos várias maneiras de carregar a munição, desde as pistolas de plástico até os grandes recipientes que se levam nas costas como uma mochila e dali bombeia-se vinho até o tubo que vai espirrá-lo nas pessoas. Também vi baldes, bacias e gente com óculos de natação, já que vinho nos olhos dos outros não é refresco – arde, e muito! Estima-se que 10 mil pessoas participam da celebração onde são usados de 30 a 40 mil litros de vinho, então vá preparado.

Batalha do Vinho La Rioja  Batalha do Vinho La Rioja

Depois de 2 horas de festa, todos começam a voltar à cidade e acompanham as bandinhas que desfilam na rua. Já não há mais guerra, mas as pessoas continuam com suas roupas tingidas de vinho toda a tarde. É como uma prova de que participou da farra de manhã cedinho e ainda estava ali para seguir disfrutando o dia. Pelas ruas há tamboradas, desfiles com bandas e danças típicas, e na Plaza de Toros há vaquinhas que são saltadas por habilidosos jovens da cidade. O ponto alto é dar as voltas ao redor da Plaza de la Paz, e depois ficar tomando vinho (dessa vez é do bom) pelos bares do centro.

Batalha do Vinho La Rioja

Haro é uma cidade muito bonita e que vale a visita, e ali perto há muitas bodegas e outros povoados que podem ser conhecidos no resto do fim de semana. Pra quem gosta de manifestações culturais e festas locais, como eu, recomendo muito!

Batalha do Vinho La Rioja

A data da Batalha do Vinho é fixa: acontece no dia 29 de junho, que coincide com o dia de San Pedro. Mais informações aqui.

Se você busca hotéis e hostais na região de Haro, aqui há algumas opções.

Tags: , , , , , , , , , ,


About the Author

Jornalista e travel blogger. Aprende o que o mundo ensina e inspira as pessoas a viajarem. Já morou na Finlândia, já trabalhou na Disney, fez o Caminho Inca e foi como peregrina a Santiago de Compostela algumas vezes. Vive atualmente em Madri e continua transformando seus feriados e férias de 23 dias ao ano nos melhores períodos da sua vida.



3 Responses to Batalha do vinho de La Rioja

  1. Nossa! Que legal! Fiquei com muita vontade de ir! ; )

  2. Pingback: Como funciona La Tomatina, na Espanha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • DESTAQUES DO MÊS

  • HOTÉIS MAIS BARATOS NO BOOKING

    Booking.com